segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Férias rima com NOVIDADES!

Minha gente, se eu for contar nosso dia a dia das férias vocês vão cansar só de ler! O sistema é bruto! rsrsrs

Além de férias, passeios normais, estamos cheios de compromissos e queremos matar a saudade dos amigos e parente e isso tudo se expressa numa loucura só. Saímos de manhã e retornamos tarde de noite, fazendo várias paradas no interím e como se não bastasse, dessa vez fomos a vários estados, com hospedagem de todos os tipos e mais de uma modalidade de meio de transporte e as crianças surpreendentemente não estranham NADA! Como pode?

Saímos do Rio de Janeiro e pegamos um vôo de duas horas e meia para Recife, onde eu e Roberto seríamos padrinhos e as crianças, pajem e daminhas do casamento do dindo Beto. No dia do casamento foi AQUELA correria: salão inclusive para penteado de NAT e Lú, casamento, festa até duas da manhã e como não podia deixar de ser, saímos de manhã, tarde e noite, com direito a passeio em Olinda e praia da Boa viagem para aproveitar a viagem. 

Outra coisa boa foi a oportunidade de o trio poder conhecer seu outro bisavô que mora lá, então na nossa agenda foi encaixado também um dia para almoço e encontro do biso com os tribisnetos. Muito bom. 

Após 4 dias nessa terrinha gostosa, mais um vôo para Salvador, onde pegamos o carro e seguimos para estrada rumo à Aracaju - Sergipe para visitar a avó materna do trio. Matamos saudades também e como uma boa turista não podemos deixar de ir em diversos restaurantes, feirinha de artesanato, praia e até zoológico foram visitados por nós. Foram dois dias e meio e tivemos uma grata surpresa de a capital Sergipana estar muito bonita e organizada e hospedar muito bem as crianças.Muitas atrações gratuitas e parques arborizados e bonitos. ADORAMOS.

Novamente pegamos estrada e voltamos a Salvador, dessa vez fomos nos hospedar na casa da dinda Ana e  mais uma vez nossos cafés de manhã, almoço e janta estão comprometidos com os parentes e amigos que queremos rever.

No sábado à noite fui a outro casamento, de uma grande amiga Ili e as meninas escolheram ir para uma festa infantil com a dinda e Rodrigo preferiu ir ao parque com tia Nanda. Para minha surpresa eles foram mesmo e ficaram super bem. Eu é que estranhei o fato de sair sozinha, sem mão para segurar, sem fraldas para trocar e num silêncio danado! 

Agora estamos na casa do vovô e vamos passar uns dias aqui também mas ainda falta muito a ser cumprido, mas tô curtindo CADA momento com todos e adorando TUDO. As crianças não preciso nem citar. Estão achando tudo o máximo. Eu fico impressionada com o fato de eles continuarem acordando e dormindo na mesma hora mesmo nesse ritmo cansativo e de não estarem reclamando pois cada dia dormimos numa casa diferente, com uma estrutura diferente! Minha gente, quando falam que viajar  com criança é impossível, não acreditem. A dificuldade está na cabeça do adulto, na verdade é falta de coragem do adulto porque dá um pouquinho de trabalho, mas a criança mesmo curte muito e topa tudo.

Não posso dizer que é facinho, sim, de tanto viajar e nos mudar, fiquei sem roupa para eles por 1 dia pois as demais estavam todas sujas. E não foi porque eu trouxe pouca roupa não. Eu trouxe muita, mas eles sujam muito e com tanto faz mala e desfaz mala, vem pra uma casa, muda de casa acabamos deixando de lavar e faltou, mas enchi uma maquina e resolvi, pronto. Entre outras coisas que acabamos esquecendo afinal criança é uma caixinha de surpresa e eu estou longe de ser perfeita!

Vou indo porque já falei demais, depois adiciono a fotos deles do casamento pois não baixei ainda, mas farei o mais breve e venho aqui contar mais da nossa aventura de viagem; Beijos.


segunda-feira, 1 de outubro de 2012

CONTANDO

Domingo retrasado Roberto viu Rodrigo contando os carrinhos. Ele contou até dez e como tinha mais do que dez ele perguntou pro pai e agora? Daí Roberto entendeu a situação e resolveu fazer um teste: colocava um e perguntava para ver e ele acertou todos. 

Depois desceu todo orgulhoso para me mostrar o pequeno prodígio! Fiz um pequeno vídeo, mas como na presença de câmeras e iPhones ou ele se esconde ou faz palhaçada, resolvei falar com a lingua de fora e não dá pra entender claramente como ele fala quando esta disposto, mas dá pra entender com um pouquinho de boa vontade. rsrs

Lá vai o meu filhote contador:

video