segunda-feira, 2 de abril de 2012

VIROSE

Minha gente, passei um "perrengue" aqui em casa semana passada. Natália ficou doente, mais uma dessas viroses que não se explica e apenas se espera ir embora, mas ficou mesmo muito mal, abatida como nunca até então.

Se já é ruim ter um filho doente, 3 então é a imagem da treva né? Graças a Deus os outros escaparam, não posso dizer que totalmente ilesos à virose, mas o grau de acometimento foi infinitamente menor.

Domingo retrasado, dia 25 cheguei a postar fotos dos 3 no face, falando do nosso domingo legal e a danada estava como sempre peralta descendo o escorrega de cabeça pra baixo e naquele mesmo domingo ela fez um cocô líquido à noite e foi assim que tudo começou.

Na segunda-feira dia 26 deixei os 3 na creche como de costume e de tarde me ligaram informando que Natália estava com febre.Pedi que a medicassem e dali a 30 min eu iria buscá-los. Mas em 5 minutos, recebi uma outra ligação informando que a Luisa estava vomitando e fez coco líquido... aiaiaiai a semana começou movimentada. Saí meia hora antes do trabalho e fui buscá-los. Naquela mesma noite resolvi levá-los numa emergência para ver o que era e medicar o quanto antes pois eu e o pai trabalhando é muito difícil socorrê-los durante o dia e uma vez que as duas estavam mais ou menos, era melhor resolver logo.

Fui numa clínica 24h e tinha 35 crianças na nossa frente. Desisti. Segui para um hospital, num bairro mais distante e a previsão para atendimento era de 3 a 4h! Quem ia esperar era outro e não eu! Eu desisti pois em casa as crianças não haviam apresentado nenhuma alteração, estavam aparentemente bem e podia ter sido simplesmente um mal estar momentâneo e pronto. E com certeza ficar num hospital por 4 horas no meio de um monte de crianças doentes seria apenas expor ainda mais eles. Voltei pra casa e seguimos normalmente.

Na terça, me ligaram 13h informando que Natália estava vomitando, com diarréia e com febre novamente... Saí mais cedo, chamei minha secratária pra me ajudar e resolvi levá-los de dia, que o movimento de emergência era menor. Lá a médica mal olhou e disse que os outros dois não tinham nada e que a Natália estava adoecendo, mas que era muito cedo pra saber do que se tratava. Informou que não se leva criança para emergência por causa de febre (até aí tudo bem) mas continuou dizendo que apenas em caso de 3 dias seguidos com febre, devia levar a criança no quarto dia ou se a criança apresentasse febre alta, 3 x seguidas no mesmo dia... Na hora não disse nada, mas depois fiquei indignada, pois fui tratada como uma mãe neurótica, exagerada e ainda por cima fiquei sem tratamento para Natália que estava cada vez pior.

Ela ficou muito abatida, não queria comer e recusava até mesmo a mamadeira. Desde então não dormi mais durante as noites socorrendo ela vomitando ou trocando fraldas de diarréia... Na quarta-feira nem a mandei pra creche, fui trabalhar apenas pra prestar satisfação e fui liberada para levá-la a outra emergência. Aí a febre já estava 39,5 e ela dormia 24h por dia. Passei o dia na emergência com ela, fizemos hemograma, descartamos a dengue e foi constatada a virose, pois não havia alterações que indicasse infecção. Enquanto eu estava na emergência, recebi uma ligação da escola dizendo que o Rodrigo estava vomitando. Nessa hora bateu a vontade de chorar, caiu uma lágrima, mas eu respirei, peguei a Natália e segui pra buscar os outros dois.

Imaginei que encontraria o Rodrigo abatido igual a Natália e mais branco do que já é me esperando desolado, mas pra minha alegria, encontrei ele bem e em casa ele aprontou horrores e comeu muito e me deu uma deliciosa sensação de alívio.

Na quinta estava de folga, tirei o dia pra resolver coisas e ficar com Natália. Nesse dia ela amanheceu toda pintadinha de vermelho e ao longo do dia só fazia dormir! Ela acordava pra pedir pra dormir de novo! O pai, que tirou folga também pra resolver assuntos da nossa casa, presenciou essa "moleza" dela e ficou também preocupado e concordamos então de levá-la novamente na emergência pra ver se algo havia mudado. Ela saiu de casa chorando dizendo que não queria médico e fazer furinho não. Mas nem pra chorar ela tinha força ou expressão e ela saiu com o pai chorando e eu fiquei em casa chorando também.

Fiquei sozinha com os dois, afinal iria colocá-los pra dormir e poderia descansar. Aparentemente fácil né? Rodrigo vomitou antes de dormir e Luisa fez um coco liquido que quase competiu com a Lagoa Rodrigo de Freitas, mas com ela mergulhada dentro e foi aquela confusão: Dar banho em Luisa, ainda bem que o pai tinha chegado pois foi cuidar de limpar o colchão e Di, lavar o lençol. Tudo isso às 3 da madrugada...

Na sexta fui trabalhar, senão voltaria lá apenas pra assinar minha demissão e dessa vez, tive que deixar os 3 em casa com nossa empregada Ana e a tia Di... E tudo na mesma... No sábado, Natália acordou mais "acordada" e de tarde ficou bem espertinha com a visita da avó Marly. Ensaio até brincar um pouquinho no parque mas faltou força. Os outros dois continuavam aprontando muito, comendo muito e apenas com diarréia...

Domingo finalmente Natália acordou bem, as pintinhas sumiram e as fezes voltaram ao normal. 7 dias! Que isso não se repita tá Deus? Os outros dois não se abateram em nenhum momento, apenas ficaram "desarranjados" na linguagem popular.

Hoje posso dizer que minha vida voltou ao normal. Foram todos pra creche sem nenhuma intercorrência e eu trabalhei em paz e mais animada. Até aqui nos ajudou o senhor e que ele continue abençoando! ufa! Vocês devem ter cansado, mas eu precisava dividir essa semana com alguém. Decidi que seria então com todos! rsrs Boa noite mamis que nos acompanha e como eu digo: Coragem sempre!


5 comentários:

Rosana trimãe disse...

Olá.
Não podia sair sem comentar, eu também já tive dias de pânico total, essa tal virose é de doer, desespero total vontade de chorar em família, mas ainda bem que passa.
To pensando em fazer uma daquelas placas de construção.

Estamos à _____ dias sem que as crianças adoeçam.

Bejus e até.

Ana Luisa disse...

Só de ler deu vontade de chorar :( Graças a Deus Nat se refez e essa virose foi embora! 7 dias de abatimento é de enlouquecer. Logo ela que é a espuleta da família. Você é uma guerreira amiga, te admiro e amo muito. Fiquem com Deus e descansem esse feriado, vcs merecem. Bjão

Lu do Deninho disse...

Aiii, o pior é que ficamos com o coração na mão com peninha deles né....

Tatiana disse...

Que barra hein Poca! Mas agora tudo está resolvido e surpresas que sejam só boas! hehe
Grande beijo e bastante saúde pra toda essa grande família!

Tiw disse...

sera que teve roseola infantil???
meu filho teve essa semana...
http://surpresademae.blogspot.com.br/