quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Carnaval

Carnaval passamos em casa. Nossas ajudantes estavam de folga e eu quis experimentar ficar sem elas pra ver como seria. Éramos três adultos para três bebês (Eu, o pai e a tia Di). Foi bom. Estávamos o tempo todo ocupados, ora com eles, ora com os afazeres domésticos, mas ocorreu tudo ótimo.

Tiramos um dia para visitar nossa ex vizinha e sempre amiga, Dona Tânia, outro para banho de piscina na varanda e nada mais de novo... Tapetão no chão, Natália virando sem parar, Rodrigo vidrado na televisão e Luisa de vez em quando armando um barraco! Ela é a única que está estranhando os outros. A vizinha, meu pai, o médico... Tá que tá! As vezes uma mão na cara do outro, um puxão no cabelo do outro sem querer, aquele processo divertido e gostoso de sempre!

No final do Carnaval estávamos todos um pouco cansados, uns quilos a menos (o que é ótimo) e demasiadamente feliz!!!

Estou ficando triste e com aperto no peito de pensar que dia primeiro volto a trabalhar... não pelo trabalho, que gosto muito, mas de deixar eles... Não quero falar agora... Tô triste mesmo...

2 comentários:

Rose disse...

Oi Paola,

Tudo bem? Adoro vir aqui no seu blog e acompanhar as novidades do triozinho. As minhas estão aqui super sapecas, falando tudo, começando na escola, enfim, múltiplos dá trabalho, mas é tudo de bom.
Quanto ao trabalho também fiquei muito triste, mas ao mesmo tempo estava doida para voltar a trabalhar, já tinha muito tempo fora, pois fiquei de repouso desde o sexto mês de gestação, mais 06 meses de licença maternidade, então confesso que foi um retorno bem saudável para todos. Estava segura quanto as pessoas que ficariam com elas e como trabalho meio turno foi menos traumático. Ou seja, sobrevivemos a mais esta prova com certeza.
Qualquer dúvida estou à disposição.

Beijos,

Rose (mãe de Cecília e Luísa)

Trimãe Paola disse...

Pois é Rose, meu consolo é que também é um turno só... as pessoas que ficarão com eles também são legais e eles gostam, mas mesmo assim é estranho... estou há 8 meses em casa, quase 6 com eles O DIA TODO TODO DIA... mas vamos que vamos!!!