terça-feira, 20 de janeiro de 2015

ANO NOVO. VIDA NOVA.

Boa tarde minha gente!
 
Dessa vez bati o recorde de ausência hein? Não consigo me redimir muito então nem vou tentar me explicar senão teria de fazer outro blog de tanta história! Rsrsrsrs
Feliz 2015 atrasado para todos e para nós aqui um 2015 totalmente repaginado! Literalmente ANO NOVO. Com vida nova. Nossa vida deu um 360o em questão de segundos. Resumo: Não tenho mais loja, não moro mais no Rio, meus últimos seis meses foram de mudança e estou desfrutando agora delas. Por isso retomei o blog pois acho que terei uma temática interessante a abordar sobre os três, enriquecedora para o blog, nessa nossa nova vida.
Meu marido foi transferido novamente; Dessa vez para a Itália, estamos morando numa cidade pequena, no meio da bota e à beira da praia desse lindo país. Eu sou suspeita pois sempre fui apaixonada pelo velho mundo então lógico que estou amando tudo exceto a distância dos entes queridos.
Mas aquela história: país novo, cidade nova, idioma novo, casa nova, comida diferente, costumes diversos. Estamos em processo de adaptação geral. Todos ficam preocupados quando menciono essas mudanças, mas estamos levando muito bem, melhor até do que pensei. Eu já sabia que iria me adaptar sem dificuldades, mas a reação das crianças era total especulação. Eu achava que seria fácil, mas confesso que me surpreendi com o quão fácil está sendo.
Saímos de um verão extremamente rigoroso do Rio de Janeiro, com recordes de 45 graus e nos deparamos com um inverno de 8 graus na Itália, estamos aqui há 15 dias e ninguém estranhou a mudança climática. Nenhum espirro ou coriza por aqui. A estranheza se dá pela falta de hábito de andar muito vestido. Então os primeiros dias foram de guerra para conseguir mantê-los de casaco. Ainda assim não andam demasiadamente encasacados não tá? Em geral, nós vestimos menos roupas que os nativos. rsrs
Antes de vir, eu e meu marido tomamos umas aulas particulares de italiano, que nos ajudou consideravelmente a quebrar menos a cabeça aqui nesse começo. Mas ainda demos umas pancadinhas. Rsrs As crianças sabem pouco, o que eu consegui passar, mas pelo pouco que vi posso garantir que assim que começarem a escola vão deslanchar. (Por falar em escola, teremos um post só sobre isso em breve).
Nos primeiros dias ficamos em hotel e comendo fora. Tivemos outro impasse: as crianças perguntavam sobre o pão de sal e arroz com feijão pois normalmente se come massa no almoço e janta todos os dias. Porém esse problema não durou muito, pois em casa, quem cozinha sou eu e eu faço o que quero. Então já temos arroz, feijão e carne moída! (menu preferido deles!) O feijão eu trouxe do Brasil, mas se pode comprar feijão aqui, o mulatinho e a preço bem salgadinho.
Essa está sendo outra diferença para mim. Aqui não tem empregada, então estou cuidando de 3 andares de casa sozinha, mas estou me saindo muito bem. Melhor até do que no Brasil. Deve ser os ares Europeus. Rsrs E também sou responsável pela alimentação dos 3 aqui, por isso almoço e janta por minha conta. As crianças disseram que eu estou nota dez na cozinha! Que maravilha, aprovada com louvor! Marido as vezes aparece para almoçar e agora, finalmente, jantamos sempre juntos. Sem trânsito, as 18h ele já está em casa, esse foi uma das coisas que mais gostei. Qualidade de vida.
Minha mudança vem de navio e chega daqui a 2 meses, é a previsão. Também não está vindo tudo, só itens pessoais. Muita coisa estou tendo que comprar aqui, por isso meus dias estão sendo de compras. Exaustivos porém prazeirosos. Já comprei maquina de lavar, aspirador de pó, liquidificador, micro-ondas, tv para o quarto do trio e coisas assim, vamos sentindo falta e saindo para comprar. Portanto estamos ainda um pouco capenga de estrutura, mas também estou me esforçando para fazer da melhor forma e mais objetiva possível. Alguns anos de dona de casa me fez apender nossas necessidades e os gostos diversos de nós 5.
Após essa extensão introdução, informo que estamos de volta e devido ao número de novidades, prometo não demorar a postar de novo!!! Beijos e até logo!!!
 

3 comentários:

Tatiana Rodrigues disse...

Eba!! Que legal Poca adorei a postagem!
Fico imaginando como vai ser legal de vê-los aprendendo a falar uma nova língua, ainda bem que é latina! Vão tirar de letra!
E olha só, eu achei que o menos difícil fosse justamente ser a comida hahaha pois a gente faz umas idéias erradas e na minha cabeça todo mundo comia macarrão com almôndegas e pizza aí como a gente come arroz e feijão aqui! Hahaha
Vou esperar ansiosamente a próxima postagem! Beijos!!!

Nanda Scandura disse...

Ameiiii o post!!!! Estou aguardando os próximos, viu?

Érika Scandura disse...

As crianças estao curtindo as comidas da mamãe, que é boa mesmo, hummmm!