terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Haja Vacina


Acho que quando eu era criança não existia metade das vacinas que existem hoje. Que calendário extenso! Hoje, além das vacinas regulamentares que tomamos nos postos de saúde (que já são muitas) ainda tem uma porção oferecidas na rede particular que promete defender seu maior tesouro de doenças a ou b. Resultado é que a gente se sente na obrigação de dar todas. E eu dei, mas sofria a cada dia que tinha de levá-los para a sessão de tortura.

Com o crescimento deles eu passei a sofrer mais ainda pois morria de pena ao ver a alegria deles ao calçar o sapato e vestir a roupa para sair! No calor baiano, eles passam grande parte do tempo de shortinho, de calcinha e cueca, enfim, quanto menos roupa melhor e vestir roupa por aqui significa sinônimo de sair e eles já ficam alvoroçados.

Aí, eu que já vinha adiando esse momento, perdendo noites ao imaginar que tinha uma vacina pendente e eu tinha que levá-los, lamentando que o posto de saúde não abre nos fins de semana para que eu passasse a incubência ao pai, enfim, eu que já sofria, ao vê-los tão animados pedindo para vestir roupa, calçar sapato e, ao entrar no carro, vê-los começarem a "cantar". (É porque é só sentar na cadeirinha e o carro começar a andar, os três começam a emitir todas as vogais em uníssono). Fui de casa até o posto com o coração apertadinho.

Ainda, pegamos uma filinha, um calor horroroso, e Luisa já identificou o local na chegada mostrando que não queria estar ali. Bom, dei a bendita vacina, sensação de missão cumprida e um alívio imenso pois já havia estudado o calendário de "cabo a rabo" e vi que só falta mais uma vacina, marcada para fim de março e depois só com 4 anos de idade! O alívio será enorme mesmo depois de março! affff



2 comentários:

Mariana disse...

Ai Paola!!!!
Nem me fala!!!!
Os meus já passaram por muuuuiitas vacinas, até porque como foram prematuros, precisaram fazer algumas a mais!!! Eles até são bem corajosos, mas eu tenho vontade de chorar!!!
Agora que o trio fez 1 aninho, mais e várias vacinas deverão ser feitas!!! Uiuiui!!!!
Mas faz parte né!!!! Tudo pela saúde deles (e nosso desespero!!!).
Bjs,
Mari

Anônimo disse...

Tem que vacinar, velhinha! Doi mais na gente do que neles, mas eh melhor ver os pimpolhos chorando por causa de uma furada de que pela falta dela. Dindo Beto